Utilizamos cookies para possibilitar e aprimorar sua experiência em nosso site, de acordo com nossas políticas de privacidade e cookies.

Empreendedorismo: o que é e como começar um negócio?

 Empreendedorismo: o que é e como começar um negócio?

O que você entende quando ouve falar em empreendedorismo? A gente sabe como 2020 não foi um ano fácil, inclusive para quem tem um negócio. Mas, só de janeiro a setembro do ano passado, por exemplo, os MEIs (microempreendedores individuais) cresceram 14,8%, com os empreendedores compondo 30% do PIB no Brasil. 

Isso mostra a necessidade dos brasileiros de criarem um negócio próprio e que traga retornos financeiros. Agora, o que é preciso para começar a empreender e o que, de fato, é o empreendedorismo? É exatamente isso que vamos ver no post de hoje. Vem ler! 

Três principais aprendizados de hoje

  1. No caso dos pequenos, o empreendedorismo envolve ter uma ideia de negócio e levantar uma empresa. Empreender diz respeito a identificar uma necessidade do mercado e de um público específico, suprindo as demandas das pessoas de acordo com o que elas desejam. Além disso, a criação de empresas movimenta a economia e pode contribuir para uma melhor qualidade de vida das pessoas. Se você pretende começar a empreender, a primeira dica é identificar uma dor, que, nada mais é do que uma necessidade. Entender as dores reais do seu público faz com que o empreendedor refine os produtos ou serviços que atendam a essa demanda.
  2. A segunda dica para os empreendedores é pedir ajuda a um contador. Esse profissional pode auxiliar em todos os processos de abertura da empresa, incluindo a escolha do regime em que ela será aberta (como o MEI ou o ME). Além disso, o contador é uma figura importante na hora de você fazer o planejamento financeiro do seu negócio. A terceira dica é estudar a concorrência. Entendendo o que outras empresas do seu setor estão fazendo, você consegue identificar lacunas nos produtos ou serviços oferecidos e preencher esses espaços, criando um diferencial competitivo. A quarta dica é delimitar o seu público. Para refinar a ideia do negócio, o empreendedor precisa entender os hábitos, os comportamentos e as expectativas das pessoas que consomem o seu produto ou serviço. 
  3. Já a quinta dica é conseguir o capital necessário para a abertura da empresa. Aqui, existem algumas opções além de contar com o dinheiro guardado para a criação do negócio. Entre eles, estão pedir um financiamento ou encontrar um sócio que dê suporte às necessidades financeiras da empresa. A sexta dica é estabelecer os canais de atuação. Há diversas alternativas de canais, desde as redes sociais, até marketplace e loja física. Aqui, o empreendedor precisa entender que cada uma das opções pede estratégias próprias para trazer bons resultados para a empresa. Por fim, a sétima dica é desenvolver algumas habilidades, como liderança, trabalho em equipe e escuta. Com isso, você tem mais fôlego para lidar com os desafios que o empreendedorismo apresenta diariamente. 

O que é empreendedorismo?

Existem diferentes formas de empreender, mas, no artigo de hoje, falaremos mais especificamente sobre os pequenos negócios. Nesse caso, o empreendedorismo diz respeito a construir uma empresa a partir de uma ideia de negócio. Ele envolve identificar uma necessidade no mercado e traçar um plano para suprir essa necessidade. Um dos papéis do empreendedor, portanto, deve ser encontrar uma oportunidade de negócio.

Por exemplo, em um bairro que tem vários moradores veganos, mas nenhuma sorveteria da região tem alternativas para esse público, esta é uma oportunidade para abrir uma loja que venda sorvetes veganos. Afinal, você tem um público interessado no produto e baixa concorrência. 

A criação de novas empresas que suprem as necessidades dos clientes movimentam a economia e podem elevar a qualidade de vida das pessoas, já que os negócios têm o objetivo de oferecer soluções para as necessidades dos clientes.  

Agora, vamos ver algumas dicas para você começar a empreender e colocar a sua empresa de pé?

Dicas para começar a empreender

Confira 7 dicas valiosas para garantir bons resultados com a sua nova empresa!

  1. Identifique uma oportunidade

A dor nada mais é do que a necessidade do público. Para validar uma ideia de negócio o empreendedor precisa verificar se aquilo que ele pensa faz sentido para as pessoas. 

Às vezes, na teoria, a ideia é boa, mas não há demanda para o tipo de produto ou serviço pensado. Por isso, é importante identificar as necessidades reais dos seus potenciais clientes. 

  1. Peça ajuda de um contador

Principalmente se você não tem muita experiência em empreender, contratar um profissional de contabilidade é bastante útil. O contador pode ajudar com o planejamento financeiro, assim como na escolha do regime de empresa a ser aberto, MEI (microempreendedor individual) ou ME (microempresa), por exemplo.

  1. Estude a concorrência

Lembra que falamos da importância do empreendedor identificar uma oportunidade de negócio? Então, para isso, é preciso levar em consideração quem são os concorrentes no mercado. Isso ajuda a criar um diferencial competitivo para o seu negócio (ou seja, algo que só a sua empresa oferece aos clientes). 

Vamos supor que você trabalhe vendendo trufas e perceba que o tempo de entrega da concorrência é, em média, de 3 dias. Se você entregar o produto em 24h, por exemplo, a agilidade será um diferencial da sua empresa no seu setor. 

  1. Delimite o seu público

Esse tópico é um dos mais importantes para quem está pensando em empreender. O público está diretamente ligado à dor que o seu produto ou serviço pretende suprir.

Delimitar um público não é apenas identificar a região e a faixa etária média dele (que também são elementos importantes), mas entender o comportamento, as expectativas e os hábitos do consumidor. Tudo isso ajuda a refinar ainda mais a sua ideia de negócio, bem como os seus produtos ou serviços. 

  1. Consiga o capital 

O capital que você vai precisar para abrir um negócio depende um pouco do tipo de empresa a ser aberta. Se você pretende alugar uma loja física, por exemplo, o dinheiro desembolsado provavelmente será maior do que se você quer começar o negócio vendendo pelo Instagram.

Há diferentes formas de conseguir esse capital, além claro de ter um dinheiro guardado para esse fim, como pedir um empréstimo no banco ou encontrar um sócio que ajude a suprir as necessidades financeiras iniciais da empresa. 

  1. Estabeleça os canais de atuação

Quais serão os canais de vendas do seu negócio? Definir essas frentes é fundamental para traçar estratégias que realmente funcionem. Há diversas opções nesse sentido, desde canais digitais (como Instagram e Facebook), até marketplace e loja física. 

Os planos de ação do negócio vão variar conforme o canal. Então, não vale aplicar a mesma estratégia no Telegram e no WhatsApp, por exemplo. Cada canal terá um objetivo dentro do seu modelo de negócio e deve contar com métricas próprias para medir os resultados de cada frente escolhida. 

  1. Desenvolva algumas habilidades

Abrir um negócio envolve muita mão na massa, mas também é preciso desenvolver outras habilidades, como liderança, trabalho em equipe e escuta. Essas características são chamadas de soft skills e são bastante importantes para trazer melhores resultados à empresa , além de ajudarem o empreendedor a evoluir constantemente como profissional. 

Aliás, para ajudar você a desenvolver suas habilidades, fizemos um artigo só sobre esse assunto. Confira aqui: Soft skills: o que são e qual a importância para os resultados do negócio?

Obrigada pelo papo e conte com a gente!

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber conteúdo de empreendedorismo sem conversa fiada no seu e-mail?

Inscrevendo-se em nossa newsletter você autoriza que o Papo de Balcão utilize os Dados Pessoais fornecidos acima para envio de conteúdo informativo e publicitário relacionado à educação financeira e negócios, nos termos de nosso Aviso de Privacidade.