Como usar a antecipação de recebíveis no meu negócio?

 Como usar a antecipação de recebíveis no meu negócio?

TRÊS PRINCIPAIS APRENDIZADOS DE HOJE:

1.

Estude o seu mercado: analise a concorrência para entender quais os preços do mercado e quem está comprando dos seus concorrentes. Não adianta cobrar muito acima ou muito abaixo. Nos dois casos, você pode afastar clientes. 

2.

Agregue valor ao seu produto: mostre ao seu cliente qual o diferencial do seu produto/serviço. Ele paga mais quando enxerga valor naquilo que compra. Para aumentar o valor do que você vende, invista em um bom atendimento e garanta a melhor experiência para o seu consumidor. 

3.

Calcule sua margem de contribuição: ela indica se a sua receita é suficiente para cobrir quanto você gasta e te ajuda a entender se a sua empresa é lucrativa. O cálculo é simples. Subtraia seus custos e despesas do valor das suas vendas para ver se o produto que você vende vale a pena para o seu negócio. 

O que é antecipação de recebíveis?

Ao contrário do empréstimo, que você pede um crédito que não é seu, a antecipação de recebíveis trata-se de uma transação em que você adianta o recebimento de um dinheiro que é seu, mas que você ainda não recebeu.

E que dinheiro é esse? Bom, ele é relativo a vendas com cartão de crédito, parcelamentos ou vendas no rotativo. A ideia da antecipação é que esse dinheiro venha para a sua conta até mesmo antes de o cliente ser cobrado pela compra que fez.

É como se você estivesse trazendo esse dinheiro que você receberia no futuro para o presente. É por conta desse “transporte” que você paga uma taxa, que geralmente é muito mais baixa do que as taxas de empréstimo cobradas pelo mercado.

E como funciona a antecipação de recebíveis?

Ao solicitar a antecipação de recebíveis, ela já cai automaticamente na sua conta. Nesse momento, você paga a taxa, o “transporte pro presente” que nós falamos aqui, já no ato da contratação. Depois disso, você não precisa se preocupar com mais nada, a antecipação não tem contrato ou cobranças posteriores.

É uma forma muito mais fácil e mais barata de ter dinheiro em caixa no momento que você mais precisa. Além disso, é uma movimentação muito segura e garantida também pela segurança das transações em cartão de crédito.

Quando devo optar pela antecipação de recebíveis?

Sabemos o quanto é complicado ficar com o fluxo de caixa apertado. Nesses momentos, em que você precisa urgentemente de um capital, é normal que você não consiga esperar o prazo de vencimento das parcelas das vendas para ter dinheiro em caixa. E isso é muito natural porque você já vendeu o produto, então é normal que queira receber por ele, não é mesmo?

Como dissemos, muitas são as situações em que você pode precisar dessa força no seu fluxo de caixa. Para trazer um exemplo prático, vamos supor que você é dono de uma loja de material para construção e comprou um grande carregamento de areia e cimento para sua loja, para pagar 45 dias depois da compra. Quando chega perto desse pagamento, você não tem dinheiro suficiente.

Nesse momento, você lembra que fez uma venda de material pra reforma de uma casa inteira e parcelou em 6x. Por mais que o parcelamento seja muito prático para os clientes, ele acaba gerando um descasamento no seu fluxo de caixa. É aí que você pode contar com a antecipação: para ter capital de giro.

Alguns empreendedores também costumam pegar antecipação para investir no próprio negócio, aproveitando as taxas mais baixas que as do empréstimo. Muitos deles já têm a antecipação como rotina e contam com ela para fazer o fluxo de caixa – em determinado dia, escolhido por eles, antecipam tudo que venderam no crédito.

O importante de se ter em mente é que a antecipação é um dinheiro seu e você pode utilizá-la quando sentir necessidade. Os baixos juros também são aliados para evitar que você contraia dívidas maiores. Tudo é uma questão de organização e planejamento financeiro do seu negócio.

A antecipação DE RECEBÍVEIS é mais indicada para alguns negócios específicos?

Essa é uma pergunta que muitos donos de negócios fazem: a antecipação é adequada para a minha empresa? Se eu começar a antecipar os meus recebíveis, lá na frente eu vou me enrolar? Para ajudar nessa tomada de decisão, nós trouxemos alguns exemplos.

Em geral, é mais recomendado que empreendedores com alta margem antecipem. Como exemplos, temos as lojas de móveis, de eletrônicos, confecções, restaurantes e também as lojas de material de construção, como citamos no exemplo.

Supermercados, por outro lado, já ganham mais no volume de vendas e, nesses casos, antecipar com muita recorrência pode indicar que a ferramenta não vem sendo utilizada de uma forma muito saudável para o negócio. Outro exemplo de negócio que ganha mais no volume são os postos de combustível, já que o preço da gasolina é flutuante. Mas, ainda assim, como precisam comprar combustível com alta frequência, acabam antecipando bastante para garantir o capital de giro.

A dica aqui é: observe a situação. Se você tem uma boa oportunidade de compra e não tem dinheiro no momento, mas tem pra receber, vale muito mais a pena antecipar para garantir aquele bom preço. Ou ainda, se faz sentido para o seu negócio ter sempre dinheiro em caixa, vale ativar a antecipação automática e contar com esses recebimentos na data escolhida por você.

Posso antecipar sempre?

Temos duas modalidades de antecipação disponíveis no mercado: a automática e a pontual e elas dependem apenas do perfil de cada empreendedor.

Quando você tem um bom controle do fluxo de caixa, mas precisa de uma injeção de capital rápida no seu negócio, antecipar pode ser a solução. Para isso, é indicado que antes de pedir a antecipação você faça as contas e veja de quanto realmente você precisa, para continuar controlando bem o seu fluxo de caixa. É importante ter em mente que antecipar regularmente não significa que o seu negócio não vai bem.

A antecipação é apenas uma ferramenta para te ajudar no seu dia a dia como empreendedor, não um termômetro da saúde do seu negócio. Ferramentas, quando bem usadas, são muito úteis, não é mesmo?

E, falando em ferramentas, se você parcela muitas vendas, talvez a antecipação de recebíveis automática seja uma ótima ferramenta pra que você não se aperte nas contas do mês ou para que tenha uma liquidez diária pra fazer o seu negócio funcionar bem.

EXEMPLOS

Um exemplo pra deixar a situação mais clara é o de um restaurante. Todos os dias, o fornecedor de frutas, legumes e verduras faz entregas pra que o dono do restaurante possa sempre trabalhar com um alimento fresquinho e poder oferecer a melhor qualidade pros clientes. Se ele recebe alimentos todos os dias, precisa pagar o hortifruti todos os dias, não é mesmo? Então, todos os dias ele precisa de dinheiro. Se esse comerciante vende muito no crédito, ele vai precisar antecipar esse pagamento pra fazer o negócio funcionar bem.

Outro exemplo que ilustra bem é o do dia 5, ou o quinto dia útil, que geralmente é o dia de vencimento da folha de pagamento de funcionários que trabalham no varejo. Se chega próximo do dia 5 e o dono do negócio observa que tem muito dinheiro “a receber”, mas não tem o suficiente no fluxo de caixa, antecipar pode ser a solução para pagar os colaboradores em dia.

Depois de ler esse post, acreditamos que a função da antecipação de recebíveis ficou mais clara pra você, não é mesmo? Se você tem alguma dúvida sobre a antecipação, comenta aqui que a gente vai te explicar, ok?

Obrigada pelo papo e boas vendas!

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *