7 dicas para aumentar suas vendas na Black Friday

 7 dicas para aumentar suas vendas na Black Friday

A Black Friday já é logo no fim deste mês, no dia 27 de novembro. É hora de se preparar! Afinal, os clientes aproveitam o momento para garantir as compras de final de ano. Em 2020, é muito provável que as vendas online aumentem bastante, já que muitas pessoas ainda estão adotando o isolamento social por conta da pandemia de coronavírus.

Os descontos são o carro-chefe da Black Friday, mas outras medidas devem ser tomadas para garantir excelentes resultados na data. Quer saber quais são elas? Então, confira nossas dicas para arrasar nas vendas! 

Três principais aprendizados de hoje

  1. O primeiro passo para ter sucesso na Black Friday este ano é garantir o estoque para o aumento de demandas. Faça as estimativas com base nos resultados dos anos anteriores e nos itens de preferência dos clientes, assim como na intensidade da divulgação de suas promoções. Na hora de se planejar para a data, garanta que os clientes vão ter boas condições de frete e prazo. Ambos podem ser decisivos para as escolhas dos consumidores. Mas também não adianta oferecer um valor de frete que vai deixar a sua empresa no prejuízo. Equilibre as contas. Sobre os prazos, tente garantir o menor possível para se destacar da concorrência.
  2. Com o aumento das vendas na Black Friday, a necessidade de atendimento também vai crescer. Por isso, se precisar, contrate mais funcionários para ficarem à frente do processo. O mais importante aqui é qualificar a equipe para absorver a demanda da data. Uma ideia é adotar sistemas de atendimento que facilitam o serviço, porque eles centralizam as solicitações e integram diferentes canais de contato. Agora, quando falamos em Black Friday, os descontos não podem ficar de fora. Por isso, faça promoções reais, com preços realmente vantajosos para os seus clientes. Afinal, empresas que tentam enganar os consumidores com valores duvidosos sempre são mal vistas pelo público. 
  3. Não adianta oferecer ótimos descontos se ninguém sabe sobre eles. Por esse motivo, invista na divulgação das suas promoções. Para isso, use estratégias de e-mail e redes sociais para mostrar aos clientes quais vão ser as ofertas da sua loja este ano. Por fim, se você vai atender presencialmente os consumidores, é preciso obedecer aos rígidos protocolos de segurança para evitar a contaminação pelo coronavírus. Essas medidas ajudam a proteger não apenas os seus clientes, como também os seus funcionários, que estão todos os dias presentes no estabelecimento. 
  1. Estoque sempre em dia

Nada mais frustrante do que fazer uma compra e descobrir que o produto está em falta na loja. Para evitar esse sentimento nos seus clientes, calcule o quanto do seu estoque precisa estar disponível para atender as demandas da Black Friday. 

Faça uma estimativa baseada em anos anteriores e nas preferências dos consumidores para realizar esse cálculo. Outra dica é conversar com os clientes com o objetivo de entender quais itens eles mais têm interesse em adquirir com descontos.  

Além disso, se você adotar uma estratégia mais agressiva de divulgação das promoções, é possível que as vendas aumentem consideravelmente em comparação com o ano passado. Tenha isso em mente para equilibrar o seu estoque e não perder vendas pela falta de um item.

  1. Fretes realistas 

Assim como é preciso garantir estoque suficiente para atender aos pedidos na Black Friday, os prazos e fretes precisam ser vantajosos tanto para a sua empresa como para os clientes. 

Oferecer um frete muito abaixo do que o seu negócio pode suportar, embora possa ser um atrativo para os consumidores, não ajuda a sua marca a cumprir uma meta eficiente de receita para o mês. 

Por isso, equilibre o valor do frete sem prejudicar qualquer uma das partes. Afinal, valores muito altos são ótimos apenas para espantar os clientes da sua loja online, comprometendo as suas vendas e também a experiência que eles têm com a sua marca. 

  1. Prazos atrativos

Assim como o frete, o prazo para a entrega dos itens comprados é determinante para a decisão de compra do consumidor. Se ele tiver que esperar muito para receber o produto adquirido, pode desistir de comprar. 

Como muitos clientes aproveitam para fazer as compras de Natal ainda na Black Friday, garantir que os itens cheguem antes dessa data é bem importante. Além disso, se a sua empresa oferece um prazo menor do que o concorrente a um preço semelhante, isso pode impactar positivamente a escolha do cliente. 

  1. Atendimento eficiente

Para dar conta do aumento da demanda nesta Black Friday, é preciso investir em um atendimento eficiente. Isso significa ter o apoio de uma equipe preparada e, quem sabe, até contratar mais colaboradores para não afogar o time. 

O mais importante é oferecer treinamento a todos os funcionários para garantir uma experiência de excelência para os clientes. Afinal, a Black Friday é um momento não apenas de atrair novos consumidores, mas fidelizá-los para que continuem comprando com a sua marca. Se você oferece uma boa experiência para eles, as chances de voltarem a sua loja ou a indicarem para conhecidos é grande!

Além disso, alguns sistemas de atendimento podem ser interessantes nesse cenário. Eles centralizam todas as solicitações dos clientes em um único lugar e permitem integrar diferentes canais de contato, facilitando muito o trabalho dos agentes. 

  1. Descontos verdadeiros

Entre os consumidores, a Black Friday recebe o apelido de Black Fraude, dependendo da empresa. Você não quer ser alvo dessa piada, não é? Por isso, é importante oferecer descontos reais aos seus clientes. Nada de abaixar o preço do produto e compensar com fretes altos. 

Ao mesmo tempo, é importante aplicar descontos que não vão deixar a sua empresa no prejuízo. Para chamar atenção às ofertas, capriche na sua vitrine, presencial ou online, e coloque em destaque os produtos favoritos dos clientes para atrair o público. 

Temos um artigo para ajudar você a calcular o valor ideal das suas promoções. Confira aqui: Como calcular o preço ideal antes de fazer promoções.  

  1. Divulgação intensa

No seu planejamento para a Black Friday, inclua a divulgação das promoções. Afinal, não adianta oferecer descontos incríveis, se os clientes não vão ficar sabendo. Então, pense em quais canais você vai usar para divulgar os itens. 

Nesse contexto, uma boa pedida é enviar e-mails com as ofertas principais para atrair fluxo para o seu site. 

Outra ótima opção é usar as redes sociais para promover os descontos. Crie uma arte divertida para chamar a atenção no feed e inclua o quanto de desconto sua empresa está oferecendo. 

Esses canais permitem que você se comunique com os clientes e aproveite para tirar todas as dúvidas que eles possam ter sobre as promoções. Assim, os consumidores vão a sua loja física ou online mais seguros sobre o que comprar, podendo, inclusive, se interessar por outros itens da sua marca. 

  1. Segurança garantida

A Black Friday este ano vai ser um pouco diferente por conta de todas as medidas necessárias para combater o coronavírus. 

Além da perspectiva de aumento das vendas online, as empresas que pretendem atender presencialmente precisam estar atentas aos rígidos protocolos de higiene a serem seguidos. 

Principalmente se você trabalha no setor de alimentação ou estética, em que os colaboradores têm um contato muito próximo com o cliente, é indispensável fortalecer as medidas de segurança. 

Na hora de divulgar a data para os seus clientes, reforce que a sua loja está seguindo todas as medidas necessárias para proteger os consumidores. Isso faz com que os clientes e os colaboradores se sintam em segurança no seu estabelecimento. 

E aí, o que achou desses conselhos? A nossa última dica para você arrasar na Black Friday este ano é conferir o artigo que fizemos com algumas perspectivas para a data. Confira aqui.

Obrigada pelo papo e conte com a gente!

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *