Utilizamos cookies para possibilitar e aprimorar sua experiência em nosso site, de acordo com nossas políticas de privacidade e cookies.

6 dicas para o sucesso do seu negócio familiar

 6 dicas para o sucesso do seu negócio familiar

Small business and to go service concept due to isolation emergency with young restaurant owners working hard for take away food orders and deliveries to clients staying at home in quarantine

Você tem um negócio familiar? De acordo com uma pesquisa realizada pelo banco Credit Suisse, as empresas que contam com algum membro da família em cargo de liderança tiveram melhor desempenho durante a pandemia em 2020. 

Esse modelo de negócio oferece grandes oportunidades para as novas gerações, mas nem sempre é fácil engajá-las na continuidade da empresa. Além disso, os conflitos familiares representam grandes riscos para que o negócio se mantenha durante os anos. Então, é preciso evitá-los. 

Pensando nisso, no post de hoje, vamos trazer algumas dicas para você adotar no seu negócio familiar e garantir o sucesso da empresa a longo prazo. Vem ler! 

Três principais aprendizados de hoje

  1. Um dos grandes desafios das empresas familiares é a gestão de conflitos. Por isso, nossa primeira dica é se atentar a esse ponto. Alinhe as expectativas e responsabilidades de cada um envolvido no negócio. Você também pode recorrer ao auxílio de especialistas no assunto para evitar conflitos na empresa. A segunda dica de hoje é fazer o planejamento sucessório da sua empresa familiar. É preciso pensar em qual membro da família ocupará o cargo de liderança da empresa. Afinal, esse profissional deverá se preparar com antecedência para estar à frente do negócio. Além disso, o planejamento envolve definir também quais membros da família irão assumir outros cargos dentro da empresa. 
  2. A terceira dica da nossa lista é criar um ambiente de aprendizado constante. Afinal, isso permite qualificar as novas gerações para os desafios futuros, além de engajá-las no desafio de conduzir um negócio. A quarta dica de hoje é separar as questões pessoais e profissionais. Não deixe os problemas da empresa interferirem nos momentos de lazer com a família. Da mesma forma, os problemas pessoais não devem prejudicar o andamento do negócio familiar. Isso vale também para as contas, que devem ser separadas.
  3. Já a quinta dica é investir na modernização dos processos. Adotando as novas tecnologias disponíveis para as suas operações, é possível aumentar a produtividade na empresa e engajar as gerações mais jovens na condução do negócio. A sexta e última dica da nossa lista é focar na cultura organizacional. Mesmo que você modernize as operações e implemente novas tecnologias, a empresa não pode perder a essência que manteve ao longo dos anos. 
  1. Gestão de conflitos

Um dos grandes desafios das empresas familiares é evitar os conflitos entre os membros da família. Por isso, é preciso alinhar os interesses e expectativas em relação ao negócio com todos os envolvidos, além de definir muito bem as responsabilidades de cada um, evitando possíveis frustrações. 

Você pode recorrer à ajuda de profissionais especializados em gestão de conflitos para ajudar a sua empresa nesse quesito.

Afinal, os conflitos familiares podem ser responsáveis pela não continuidade do negócio e representam um grande risco para as empresas que seguem esse modelo de gestão. 

Nesse sentido, para evitar que o negócio se dissolva, é importante contar com um bom planejamento sucessório, nossa próxima dica de hoje. Confira! 

  1. Planejamento sucessório

Quem irá assumir o comando do negócio no futuro? É preciso preparar a sucessão caso o gestor atual deixe de estar à frente da condução da empresa. Isso precisa ser planejado, já que um cargo como esse, ainda mais em um negócio familiar, deve ser assumido por alguém preparado, que conhece bem a empresa e sabe como gerí-la. 

Mas não apenas os cargos de liderança precisam ser considerados. Os outros membros da família podem ter diferentes ocupações no negócio e isso deve entrar no planejamento para o futuro. 

Com isso, desde já você alinha as expectativas que as novas gerações podem ter em relação à continuidade da empresa. 

  1. Constante aprendizado

Ainda pensando em preparar as novas gerações para assumirem o negócio familiar, é interessante qualificar esses jovens e criar um ambiente de aprendizado constante na empresa. 

Isso ajuda a engajar esses profissionais no desafio que assumir um negócio representa, tornando a empresa mais atrativa para as novas gerações. 

Por isso, estimule os mais novos a buscarem cursos e conhecimento que estejam alinhados ao cargo que irão assumir no futuro. Assim, quando chegar o momento, eles vão estar mais preparados para o desafio. 

  1. Separar o profissional do pessoal

Quando se tem uma empresa familiar, você deve aproveitar os momentos de lazer com a família sem deixar que as questões profissionais interfiram nas pessoais e vice-versa. 

Durante o tempo de trabalho, os problemas de ordem pessoal também devem ficar de fora na medida do possível. 

Essa separação vale também para a área financeira do negócio. As contas da empresa devem ser separadas das contas pessoais da família. Além de profissionalizar o negócio, isso evita erros de cálculos e falta de recursos para a gestão das operações. 

Temos um post que ajuda você a fazer essa separação de forma eficiente. Confira aqui: Como separar as finanças pessoais das finanças da sua empresa?

  1. Modernização dos processos

Para acompanhar as inovações que aparecem ao longo dos anos, o negócio familiar deve se preocupar em modernizar seus processos de acordo com as novas tecnologias. Assim, é possível otimizar a produtividade da empresa e acompanhar as novidades do mercado. 

Além disso, a modernização pode ser um excelente estímulo para as gerações mais jovens assumirem a gestão da empresa e darem continuidade ao negócio familiar. 

  1. Cultura organizacional

Outro grande desafio das empresas familiares é manter a tradição e a essência do negócio ao longo dos anos. Afinal, é isso que, muitas vezes, diferencia esse negócio no mercado

Então, mesmo que você modernize os processos, não pode perder de vista esse componente tradicional que oferece à sua empresa um toque único e especial. A inovação deve servir para melhorar o desempenho da empresa e não para destruir a cultura que foi construída ao longo dos anos desde sua fundação. 

E aí, o que você achou das dicas de hoje? Se você quer saber mais sobre os principais desafios de conduzir um negócio familiar, confira nosso podcast com José Augusto, diretor da La Femme

Para ficar por dentro de todas as novidades do Papo de Balcão, participe no nosso grupo exclusivo do Telegram. É só clicar neste link pelo celular: Grupo PDB.

Obrigada pelo papo e conte com a gente!

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber conteúdo de empreendedorismo sem conversa fiada no seu e-mail?

Inscrevendo-se em nossa newsletter você autoriza que o Papo de Balcão utilize os Dados Pessoais fornecidos acima para envio de conteúdo informativo e publicitário relacionado à educação financeira e negócios, nos termos de nosso Aviso de Privacidade.