6 aprendizados da Delly Gil para vender mais na quarentena

 6 aprendizados da Delly Gil para vender mais na quarentena

Conversamos com a Lívia Pirozzi, sócia-proprietária da delicatessen carioca Delly Gil e ela contou como adaptou o seu negócio para crescer mesmo durante a pandemia. No post de hoje, trouxemos os principais insights desse encontro.

Então, se você quer saber mais sobre como criar relacionamentos fortes e duradouros com seu cliente, fazer atendimento pelo WhatsApp e garantir a qualidade dos seus produtos com serviços de entrega, vem ler!

TRÊS PRINCIPAIS APRENDIZADOS DE HOJE:

1.

Lívia reforçou a importância de identificar tendências para compor seu mix de produtos. Observe o que o mercado pede hoje e veja quais itens o seu negócio pode oferecer para ganhar espaço no mercado. Para isso, também é importante ter uma comunicação eficiente com seus clientes e conhecê-los muito bem. Só assim você consegue saber suas preferências e oferecer as melhores opções para eles. Isso fortalece o relacionamento com seus consumidores, o que é essencial para garantir mais vendas.

2.

A Delly Gil é um negócio familiar que sempre buscou ficar próximo aos seus clientes. Para isso, durante a pandemia, reforçou seu atendimento pelo WhatsApp e conseguiu ótimos resultados com essa iniciativa. Lívia contou que a Delly transformou seu site corporativo em uma vitrine de produtos, mas sem incluir os preços de cada item, porque eles variam muito com o dólar. Assim, o cliente seleciona as mercadorias que quer e clica em um botão que o direciona ao atendimento por WhatsApp, em que ele solicita um orçamento e finaliza a compra. Com isso, a Delly oferece um serviço customizado para seus clientes, reforçando o relacionamento com eles. Além disso, na quarentena, a empresa aumentou o cuidado com as entregas, adotando mais embalagens para enviar os produtos com segurança até a casa dos clientes. A preocupação com a higiene é um hábito que deve continuar no futuro. Então, no seu negócio, busque protocolos mais rígidos para proteger a saúde de colaboradores e clientes.

3.

Para adaptar seu modelo de negócio ao momento atual e continuar vendendo com consistência, pense em remodelar as funções dos membros da equipe. Com isso, você consegue manter a sua equipe e a eficiência das operações. Por último, Lívia recomenda que as empresas busquem parcerias de negócio com outras marcas. Assim, vocês se divulgam mutuamente e atingem um maior número de pessoas que podem se interessar pelos seus produtos.

1. Reformulação de ofertas

Uma das primeiras dicas da Lívia durante a nossa conversa foi a de diferenciar tendências e modismos na hora de definir o seu mix de produtos.

Para o setor de alimentação, ela destacou a tapioca e os pães de centeio e grãos. Eles surgiram mais como uma moda entre os consumidores brasileiros, mas conquistaram um lugar na preferência dos clientes e, hoje, já são uma tendência.

Então, identifique, no seu setor, quais são os produtos que estão caindo no gosto das pessoas e os novos hábitos do momento. No caso da Delly Gil, Lívia identificou que as pessoas querem inventar mais na cozinha, por conta do isolamento social que faz com que elas passem mais tempo dentro de casa e com a família.

Como a Delly vende os ingredientes para que os clientes preparem suas receitas, houve um aumento na procura por itens diferentes dos habituais e que ampliam a experiência gastronômica desses consumidores.

2. Relacionamento com o cliente

Por ser uma empresa familiar, a Delly busca um relacionamento mais próximo com seus consumidores. Lívia contou que já é um hábito antigo chamar os clientes pelo nome e buscar atender as demandas que eles têm de produtos que, às vezes, não compõe o mix da empresa, mas que acabam incorporados.

Por isso, o recomendado é que você tenha o nome e o contato dos clientes anotados, criando um banco de dados, para que eles não tenham que repetir essas informações todas as vezes que comprarem com você. Afinal, a personalização é um componente importante para reforçar os laços com seus consumidores, aproximando o cliente da sua marca.

Além disso, com as informações de contato do seu cliente, fica muito mais simples avisar quando um produto que ele quer chegou na sua loja. Esse tipo de abordagem vai construindo a relação do consumidor com a sua marca e torna o seu negócio memorável.

Para construir relacionamentos duradouros, Lívia reforçou a importância de garantir um serviço de excelência para clientes que já são fiéis. Afinal, eles recomendam a sua marca para outros conhecidos, que podem ser fidelizados também.

3. Comunicação assertiva

Ainda pensando no relacionamento com o cliente, para não perder esse contato mais próximo com o consumidor que a Delly conquistou ao longo dos anos, a empresa optou por prestar atendimentos via WhatsApp Business.
Com as variações do dólar, os produtos importados acabam mudando muito de preço em um tempo curto. Por isso, a empresa optou por transformar seu site corporativo em uma vitrine, sem expor os preços dos itens vendidos.

Assim, o cliente entra no site, arrasta os produtos de sua preferência para o carrinho, clica em um botão para comprar e é direcionado para o atendimento via Whatsapp. No app, ele solicita um orçamento e pode finalizar a compra. Tudo isso é feito sem o intermédio de robôs, o que torna o serviço mais humanizado e próximo do consumidor.

A versão Business do app também oferece a opção de incluir um catálogo de produtos. Você pode modificá-lo a cada dia e indicar os preços e as promoções do dia. Essa é uma estratégia adotada pela Delly e que tem gerado bons resultados.

Além disso, muitos clientes que não estavam acostumados a realizarem seus pedidos pelo app de mensagens, já construíram esse hábito. Por isso, além de ser uma ótima solução de vendas, o WhatsApp se torna uma poderosa ferramenta para fortalecer o relacionamento com o cliente e customizar pedidos.

Lívia lembra que, para o cliente, é fundamental sentir que é especial para aquela marca, afinal, ele escolheu a sua empresa e não outra para fazer suas compras. Por isso, o atendimento, mais até que os produtos vendidos, é o que pesa na decisão do consumidor.

4. Entregas

A pandemia do Coronavírus e o alto risco de contágio pela doença mudaram drasticamente os hábitos de higiene dos consumidores no Brasil e no mundo. Por isso, as empresas precisam se adaptar a essa nova realidade, especialmente se elas trabalham com serviços de entrega.

Neste cenário, ganham espaço as embalagens descartáveis e a prática de usar algumas camadas para proteger os produtos. No caso da Delly, alguns itens demandam três tipos de embalagem para garantir que eles cheguem em segurança ao cliente.

Mudanças como essa exigem também repensar as estratégias financeiras da empresa, afinal, alguns custos podem aumentar.

Ainda em relação aos serviços de entrega, com a pandemia, eles ganharam ainda mais espaço no mercado e podem virar uma tendência. Afinal, os consumidores estão mais acostumados a fazer pedidos online.

A Lívia contou que a experiência que a Delly tem com a terceirização da entrega é positiva e pode auxiliar bastante as empresas neste momento para aumentar seu alcance e atingir diferentes pontos das cidades.

5. Funções dentro da equipe

Uma das alternativas para se adaptar à nova realidade é rever as funções que seus colaboradores exercem dentro da sua empresa. Lívia contou que remanejou uma de suas colaboradores, que antes trabalhava no caixa e começou a realizar o atendimento pelo WhatsApp, por conta do aumento da demanda

Então, identifique quais são as necessidades do seu negócio hoje e veja se é preciso repensar como seus funcionários trabalham. Além disso, com o aumento dos atendimentos online, é interessante buscar treinamentos para o seu time ficar especialista em oferecer as melhores experiências para os seus clientes.

Encare o momento como uma oportunidade de aprendizado e crescimento. No caso da Delly, Lívia percebeu que os parceiros recebem os pedidos com mais atenção, porque precisam fazer as compras no lugar do cliente.

Isso aumentou o conhecimento deles sobre os produtos vendidos. Assim, os colaboradores conseguem fazer sugestões de mercadorias com mais confiança, porque sabem, exatamente, o que estão vendendo.

6. Parcerias

Um dos pontos que Lívia marcou é a busca por parceiros de negócios. Mapeie empresas que tem a ver com o seu público alvo e proponha incluir um banner ou um link para o seu site dentro da página do seu parceiro e vice-versa. Assim, vocês se divulgam mutuamente e aumentam o alcance de ambas as marcas.

O Dia dos Namorados está chegando e essa é uma ótima oportunidade de montar kits em conjunto com outras empresas. Se você tem uma loja de perfumes, por exemplo, pode buscar uma marca de cosméticos para criar kits personalizados para a data.

Estamos chegando ao final da nossa lista, mas, falando em novas oportunidade de negócio, temos um artigo só sobre esse assunto. Leia aqui: Transforme parcerias em novas oportunidades.

Obrigada pelo papo e conte com a gente!

Veja também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *